Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Após reviravolta, São Paulo vende Rodrigo Caio para o Valencia

Clube supera concorrência com o Atlético de Madri e leva o jogador

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

12 de junho de 2015 | 15h05

Uma pequena reviravolta nas negociações nesta sexta-feira mudou o destino de Rodrigo Caio. O volante, que também atua como zagueiro, era considerado o novo reforço do Atlético de Madrid até que o Valencia se atravessou no acerto na noite de quinta. E o rival do Atlético acabou levando a melhor na negociação, fechando com o jogador do São Paulo.

Apesar disso, o valor da negociação foi mantido. O clube brasileiro fechou acordo por 12,5 milhões de euros, equivalente a R$ 44 milhões à vista pelo atleta de 21 anos. O São Paulo poderá ganhar ainda mais 4 milhões de euros (cerca de R$ 14 milhões) caso Rodrigo Caio alcance metas estipuladas pelo Valencia em contrato. Esse bônus foi o que pesou a favor do time, pois o Atlético de Madrid havia oferecido R$ 9 milhões pelas mesmas condições.

Rodrigo Caio viaja na segunda-feira para se apresentar ao clube espanhol. Ele fará exames médicos antes de assinar contrato. Caso aprovado, será o novo reforço do quarto colocado do Campeonato Espanhol. E vai ter a chance de disputar a prestigiada Liga dos Campeões da Europa.

O jogador chegou ao São Paulo aos 11 anos e foi criado nas categorias de base do clube. Em 2011 ele já estava no profissional e sempre foi tido como um jogador talentoso e polivalente, tanto que atuou na zaga, no meio-campo e na lateral direita.

No ano passado, Rodrigo Caio já estava quase negociado com o Mônaco, da França, mas acabou tendo uma séria lesão no joelho esquerdo, ficou sete meses parado e isso esfriou as negociações. Agora, ele poderá viver o sonho de atuar no Velho Continente.

15 MILHÕES DE EUROS

A versão dos empresários, porém, traz valores diferentes aos apresentados pelo São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa do ex-meia Deco, um dos intermediários da negociação junto com o ex-atacante Luizão, o valor total é de 15 milhões de euros (R$ 52,8 milhões). A dupla representa no Brasil a empresa Gestifute, que tem como dono o português Jorge Mendes, que é o empresário de Cristiano Ronaldo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.