Após reviravolta, presidente da Fiorentina deixa cargo

O presidente da Fiorentina, Andrea Della Valle, anunciou sua demissão do cargo nesta quinta-feira depois de participar de uma reunião do conselho de administração do clube italiano, que prometeu divulgar um comunicado ainda nesta quinta-feira para explicar as razões da saída do dirigente.

AE-AP, Agencia Estado

24 de setembro de 2009 | 10h38

Com a decisão, o vice-presidente Mario Cognini assumirá temporariamente a presidência do clube cujo proprietário é Diego Della Valle, irmão de Andrea. Diego comprou a Fiorentina em 2002, depois de o clube ter declarado falência após cair para a quarta divisão do futebol italiano.

De 2002 para cá, o clube se reestruturou e voltou à elite do Calcio e conseguiu, em 2008, sua classificação para a edição atual da Liga dos Campeões da Europa, após nove anos de ausência do time de Florença na principal competição do futebol europeu. Atualmente, a Fiorentina ocupa a quarta colocação do Campeonato Italiano, com dez pontos ganhos.

Os irmãos Della Vale também estiveram envolvidos no escândalo do caso Calciopoli, o sistema de corrupção no futebol italiano descoberto em 2006, que provocou o rebaixamento da Juventus para a segunda divisão do país.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato ItalianoFiorentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.