Após Ronaldo, Corinthians luta por Brandão e Herrera

O técnico do Corinthians, Mano Menezes, está na Inglaterra, passando férias e visitando sua filha, que estuda por lá. Mas antes de sair do Brasil soube do vice-presidente de futebol do clube, Mário Gobbi, que as chances de contratar Ronaldo estavam aumentando. Respondeu, então, que jamais vetaria uma contratação, ainda mais de um jogador como ele. Mas, na dúvida, disse que não poderia abrir mão da contratação de outro atacante.Mário Gobbi ouviu e entendeu o recado do treinador. Por isso, nenhuma das tratativas que estavam em andamento foram encerradas por causa do acerto com Ronaldo. Brandão, por exemplo, continua como nome forte no Parque São Jorge. Ele chega ao Brasil na quinta-feira - será emprestado ao Corinthians por um ano -, já que fez nesta terça o seu último jogo no ano pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, contra o Barcelona, pela Liga dos Campeões da Europa. A dúvida de Mano Menezes é a de todos os torcedores: Ronaldo agüenta a temporada bem fisicamente? Poderá jogar todos os jogos? Se a resposta for não, é preciso ter opções. Por isso, a renovação de Herrera continua nos planos corintianos. E mais um atacante, rápido, como quer o treinador, pode chegar - Jorge Henrique, do Botafogo, é preferido, mas ele tem ofertas de fora do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.