Jayne Kamin-Oncea / USA Today Sports
Jayne Kamin-Oncea / USA Today Sports

Após rumores de volta ao Milan, Ibrahimovic diz que prioridade era ficar nos EUA

Atacante sueco permanecerá no Los Angeles Galaxy para temporada 2019 da MLS

Redação, Estadão Conteúdo

19 de janeiro de 2019 | 19h41

Após rumores de um possível retorno ao Milan, o atacante sueco Zlatan Ibrahimovic afirmou neste sábado que vai ficar no Los Angeles Galaxy, que joga a MLS (Major League Soccer, nos Estados Unidos) para completar um novo desafio. Na ocasião, Leonardo, diretor de futebol do clube italiano, jogou uma ducha de água fria naqueles que sonhavam com a contratação do craque e descartou a possibilidade.

Durante uma entrevista coletiva de imprensa antes do início da pré-temporada, o sueco revelou que a sua prioridade número 1 era ficar no Los Angeles Galaxy, pois ainda tem muito a oferecer ao time e aos fãs norte-americanos.

"Minha prioridade número 1 era ficar no Galaxy. Eu senti que tinha muito a oferecer ainda. A forma como terminou a temporada não era normal para mim porque geralmente o lugar onde eu vou, eu ganho. Os fãs são mais merecedores para o que eles têm feito durante toda a temporada. Não se classificar aos playoffs era algo novo para mim. Foi algo catastrófico, mas sair agora também teria sido catastrófico", afirmou o craque.

No seu ano de estreia na MLS, Ibrahimovic marcou 22 gols e deu 10 assistências em 27 partidas da temporada regular. O Los Angeles Galaxy terminou em sétimo lugar na Conferência Oeste. "Eu senti que tinha o desafio de ganhar com esta equipe. Quero jogar o máximo que puder e vou continuar enquanto puder", disse o sueco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
  • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
  • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.