Após saída de Jorginho, Araújo deve comandar o Goiás

Após a demissão do técnico Jorginho, na noite de domingo, o Goiás será comandado interinamente por Wladimir Araújo na quarta-feira, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Vitória. Como perdeu por 4 a 0 no jogo de ida, o time goiano precisará vencer por 5 a 0 para seguir na competição.

AE, Agência Estado

19 de abril de 2010 | 16h06

Jorginho deixou o comando do time depois da derrota para o Atlético, por 4 a 2, no Serra Dourada, pela semifinal do Campeonato Goiano. O treinador acabou não resistindo à segunda derrota consecutiva do time e deixou o cargo, junto de seu auxiliar, Anderson Lima.

"Só tenho a agradecer pela oportunidade que me foi dada e pelo apoio da torcida também. Desejo muita sorte ao Goiás", comentou Jorginho, após o anúncio de sua saída. No comando do clube desde o final de janeiro, ele acumulou 11 vitórias, cinco empates e cinco derrotas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGoiásJorginho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.