Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Após se destacar como meia na seleção, Pedrinho deve voltar a ser ponta no Corinthians

Jogador nunca escondeu que prefere atuar como camisa 10, mas Carille o coloca em campo aberto pela direita

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2019 | 04h30

Pedrinho foi um dos destaques da seleção brasileira sub-23 nas vitórias sobre Colômbia (2 a 0) e Chile (3 a 1) em amistosos realizados no Pacaembu. Nas duas partidas ele atuou centralizado, responsável pela armação das jogadas, posição que sempre pediu para atuar no Corinthians, mas poucas vezes foi aproveitado.

O jogador se reapresentou ao clube alvinegro na terça-feira e fez apenas trabalho regenerativo. A tendência é que trabalhe normalmente nesta quarta-feira e reforce o time na partida contra o Fluminense, domingo, em Brasília, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Também é provável que continue como titular do Corinthians, mas siga pela ponta direita. Por esse setor têm sido importante, especialmente porque atua junto com Fagner. No entanto, na seleção brasileira, Pedrinho participou mais das partidas. Teve a possibilidade de auxiliar na criação do time pelos dois lados. 

O Corinthians da atual temporada, com Pedrinho e Fagner isolados na direita, fica uma equipe mais previsível, com apenas um dos lados fortes ofensivamente, já que do outro lado Danilo Avelar vai pouco ao ataque. A previsibilidade do time faz com que as vitórias sejam cirúrgicas. Até agora, na atual temporada, a equipe não venceu nenhum jogo por mais de dois gols de diferença. 

Talvez com Pedrinho tendo mais liberdade, podendo flutuar por todo o campo, o time possa criar mais e entrar de vez na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Porque contra equipes mais fechadas, a equipe tem encontrado dificuldade, haja visto os empates com Avaí e Ceará. Foram pontos importantes desperdiçados que poderiam ter colado os comandados de Carille no líder Flamengo.

Mas a previsibilidade e a dificuldade em criar mantém o Corinthians como o time que mais empatou no Brasileirão (oito vezes, no total) e na quarta colocação na tabela, com 32 pontos.   

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.