Daniel Augusto Jr/ Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr/ Ag. Corinthians

Após seleção, Romero promete voltar ao Corinthians e Balbuena se esquiva

Atacante e zagueiro vão participar do amistoso contra o Japão e ambos têm destinos incertos no clube

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

07 Junho 2018 | 11h02

Balbuena e Romero não jogam mais pelo Corinthians pelo menos até a paralisação do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo. Os dois foram convocados para defender a seleção paraguaia que fará amistoso contra o Japão, dia 12 de junho, na Áustria, e por isso não enfrentarão Vitória e Bahia. Sondados por clubes do exterior, ambos adotam posturas distintas. O zagueiro não garante que irá retornar enquanto o atacante faz juras de amor ao time alvinegro e promete voltar.

+ Loss explica saída de Pedrinho e entende vaias da torcida do Corinthians

+ Técnico ouve as primeiras vaias no Corinthians e Walter destaca pressão por vitórias

O fato de sempre ser questionado sobre o futuro fez com que Balbuena se irritasse após o empate com o Santos, na quarta-feira, na Arena Corinthians. “Semana passada eu estava na Arábia, com o Fábio Carille. Essa semana estou na Espanha. Vamos ver onde vocês (jornalistas) me mandam a semana que vem. Não recebi nenhuma proposta, é coisa de vocês. Nem tudo que sai na imprensa é verdade”, disse o paraguaio, repetindo um discurso parecido com o de Carille, que negava a possibilidade de sair e poucos dias depois anunciou sua ida para o Al-Wehda, da Arábia Saudita.

Sobre a possibilidade de voltar a jogar pelo Corinthians após a Copa, ele se esquivou. “Difícil (falar se vai voltar). Se algum time me procurar e o Corinthians me vender? É muita incerteza e difícil de falar. Meu plano é voltar dia 25, quando está marcada o retorno. Mas ninguém pode falar o futuro. Sempre fui sincero e não quero ficar passando por mentiroso falando que vou ficar, aí vou embora e quem fica mal sou eu”, completou.

Enquanto o zagueiro se esquiva, Romero crava sua permanência, apesar das especulações de que times italianos estão de olho em seu futebol. “Eu volto com certeza e vamos continuar o campeonato focado no Corinthians. Não tenho proposta para sair e se chegar algo, precisa ser bom para o Corinthians e para mim”, disse o atacante.

Contratado há quatro anos, Romero é um dos atletas mais identificados com o clube e a torcida dentre os jogadores do atual elenco. Isso faz com que ele até pense em rever seus planos de defender um clube europeu. “Sempre falei que meu sonho é jogar na Europa, mas eu não tinha conhecido o Corinthians ainda. Se aparecer algo, precisa ser bom para todo mundo e seria uma decisão muito difícil para mim (sair). Mas não tem proposta, sondagem, não tem nada”, prometeu.

Já quando questionado sobre a possibilidade de perder o compatriota Balbuena, Romero, desta vez, saiu pela tangente. “O Balbuena tem que ser feliz e decidir com a família. Ele tem que ver o momento dele no Corinthians e com a torcida. Ele é uma referência para o time e é uma decisão privada para ter com a família”, disse.

Sem os paraguaios, o Corinthians retorna aos treinamentos na tarde desta quinta-feira e no sábado, às 21h, enfrenta o Vitória, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.