Ricardo Duarte/ SC Internacional
Ricardo Duarte/ SC Internacional

Após semana desastrosa, Internacional vence o Bahia com um jogador a menos

Equipe colorada buscava reação após eliminação para o Vitória na Copa do Brasil

Redação, Estadão Conteúdo

13 de junho de 2021 | 22h44

Depois de uma semana desastrosa, quando foi goleado pelo Fortaleza por 5 a 1 e acabou eliminado da Copa do Brasil após perder para o Vitória por 3 a 1, em pleno Beira-Rio, o Internacional se recuperou. Neste domingo à noite, mesmo atuando quase todo o segundo tempo com um jogador a menos pela expulsão de Lucas Ribeiro, venceu o Bahia por 1 a 0, no estádio de Pituaçu, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O Colorado foi comandado por Osmar Loss, auxiliar técnico efetivo do clube, chamado para suprir a vaga de Miguel Ángel Ramírez, demitido após tanta pressão gerada pelos maus resultados. Os dois times têm os mesmos quatro pontos, porém, estão distantes na tabela de classificação devido aos critérios de desempate.

O primeiro tempo foi equilibrado. O Internacional manteve a posse de bola, porém, sem conseguir as finalizações. De outro lado, o Bahia também trocava muitos passes, no entanto, sem chances de chegar com perigo na frente.

O gol saiu numa jogada de recuperação de bola de Taison que lançou Edenilson em velocidade. Ele invadiu a área e caiu após choque com o goleiro Matheus Teixeira. O árbitro carioca Wagner do Nascimento Magalhães anotou pênalti e não teve nenhuma observação do VAR, apesar do lance ter sido estranho. Na cobrança, sem tomar distância da bola, Edenilson cobrou no alto, sem chances de defesa do goleiro baiano aos 31 minutos.

A única chance do Bahia saiu aos 47 minutos, quando Gilberto foi lançado pelo lado esquerdo e na finalização cruzada viu a defesa do goleiro Daniel que desviou a bola com o braço esquerdo aberto.

No começo do segundo tempo, outra vez o time gaúcho perdeu um jogador expulso. O zagueiro Lucas Ribeiro deu uma cotovelada em Rossi numa disputa dentro da grande área. Nas duas derrotas anteriores, o Inter perdeu o zagueiro Paulo Henrique. Para recompor a marcação, Loss tirou o atacante Thiago Galhardo e colocou o zagueiro Zé Gabriel.

Mesmo com um a menos, o Internacional parecia melhor, inclusive, tentando manter a bola em seu campo ofensivo. Com lançamentos de Taison, o Internacional se mostrou mais efetivo no ataque com duas finalizações de Yuri Alberto, ambas defendidas pelo goleiro Matheus Teixeira.

Apesar das várias tentativas de trocas do técnico Dado Cavalcanti, o Bahia não conseguiu em nenhuma vez passar pela defesa adversária. Até tentou o empate na base da pressão nos últimos minutos, mas sem organização.

Pela quarta rodada, o Bahia vai jogar na próxima quinta-feira com o Ceará, na Arena Castelão, a partir das 19 horas. O Internacional vai jogar na quarta-feira, às 19 horas no Beira-Rio, diante do Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 0 X 1 INTERNACIONAL

BAHIA - Matheus Teixeira; Renan Guedes, Germán Conti, Juninho e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick de Lucca (Matheus Galdezani), Daniel e Thaciano (Thonny Anderson); Rossi (Maycon Douglas), Gilberto e Rodriguinho (Óscar Ruiz). Técnico: Dado Cavalcanti.

INTERNACIONAL - Daniel; Heitor (Caio Vidal), Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Léo Borges; Johnny, Edenilson, Patrick e Taison (Maurício); Yuri Alberto (Rodrigo Lindoso) e Thiago Galhardo (Zé Gabriel). Técnico: Osmar Loss (interino).

GOL - Edenilson aos 31 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Matheus Teixeira, Renan Guedes, Matheus Bahia, Thonny Anderson e Dado Cavalcanti (Bahia). Yuri Alberto, Léo Borges e Taison (Internacional).

CARTÃO VERMELHO - Lucas Ribeiro (Internacional).

LOCAL - Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.