Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Após sequência de lesões, Deco anuncia a sua aposentadoria do futebol

Jogador do Fluminense não consegue suportar as dores no corpo e decide parar

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2013 | 10h41

RIO - O meia Deco anunciou nesta segunda-feira a sua aposentadoria do futebol. O agora ex-jogador, de 35 anos, explicou que as seguidas contusões o forçaram a tomar tal decisão, mesmo que o seu desejo fosse defender o Fluminense até o final deste ano. De acordo com ele, não era mais possível suportar as dores. "É com muita tristeza e pesar que comunico o fim de minha carreira como atleta profissional. Os últimos minutos na quarta feira pelo Fluminense foram os últimos dos 17 anos dentro de campo como jogador de futebol. Gostaria muito de continuar até o final desta Brasileiro e ajudar a colocar a equipe novamente na Libertadores. Mas não estou conseguindo", afirmou, em nota oficial.

Deco entrou em campo pela última vez na quarta-feira passada, no final da vitória por 1 a 0 sobre o Goiás, no Maracanã, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Em sua nota de despedida, ele fez questão de destacar a sua passagem de sucesso pelo Fluminense. Contratado em 2010, ele conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro (2010 e 2012) e também foi campeão carioca no ano passado. "Quero agradecer ao Fluminense, Celso Barros e todos que trabalharam comigo nestes 3 anos e me deram a oportunidade de jogar no futebol brasileiro. Mais do que isso, pude participar e ajudar a conquistar dois títulos Brasileiros e mais o Campeonato Carioca. Fui muito feliz nesta período no clube", disse, ressaltando que só deixa o futebol neste momento por causa das lesões.

"Gostaria muito de ter ajudado muito mais o Fluminense, mas o meu corpo não me permitiu. Deixo claro que me dediquei, esforcei e muitos me apoiaram para que eu seguisse até o final de ano. Fisicamente poderia jogar, mas os meus músculos não suportam mais. Obrigado a todos e pela confiança e carinho."

Antes de chegar ao Fluminense, Deco teve uma carreira de sucesso no exterior para onde se transferiu em 1997, após passagens por Corinthians e CSA. Em Portugal, atuou por Alverca e Salgueiros antes de começar a ser conhecido internacionalmente, a partir da sua passagem pelo Porto. Foram 11 títulos conquistados, incluindo três do Campeonato Português, uma da Liga dos Campeões da Europa e um Mundial de Clubes.

Deco também se destacou no Barcelona, com cinco títulos, sendo três do Campeonato Espanhol e um da Liga dos Campeões, e no Chelsea, clube em que foi campeão inglês uma vez e conquistou outros três títulos, antes de retornar ao Brasil para atuar pelo Fluminense. Além disso, Deco também defendeu a seleção de Portugal, com 75 jogos disputados e participações em duas Copas do Mundo e duas edições da Eurocopa. Agora, porém, deixa o futebol por causa das dores, em decisão anunciada um dia antes do seu aniversário de 36 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.