Miguel Tovar/AP
Miguel Tovar/AP

Após ser baleado na cabeça, Cabañas passa por cirurgia

Atacante da seleção paraguaia diz para sua esposa que 'irá sair dessa'; ele foi ferido no banheiro de um bar

AP,

25 de janeiro de 2010 | 19h04

O atacante Salvador Cabañas passou por uma cirurgia nesta segunda-feira. O jogador da seleção paraguaia e do América-MEX foi baleado na cabeça após briga em um bar na Cidade do México. Na operação, o projétil não foi retirado.

 

O estado de saúde do jogador é grave. Cabañas, de 29 anos, ficou famoso no Brasil por marcar três gols sobre o Flamengo na Libertadores de 2008, no Maracanã.

 

"O projétil já não vai causar mais danos. Não há previsão, nem sequelas, nem ideia do que pode acontecer. Esperamos que seja uma situação favorável, porque é um homem jovem e forte", apontou o médico Ernesto Martínez.

 

As autoridades mexicanas ainda não sabem o motivo de o jogador ter levado o tiro - trabalham com as hipóteses de roubo e briga.

 

Cabañas foi baleado após entrar no banheiro masculino de um famoso bar no centro da capital mexicana (o Bar-bar).

 

"Ele entrou no banheiro masculino, enquanto sua esposa [María Alonso Mena] foi no feminino", explica o presidente do América-MEX, Michel Bauer. "A mulher dele ouviu um ruído pouco depois de entrar no banheiro. Quando saiu, ela encontrou Cabañas baleado."

 

Imediatamente após o ferimento, Cabañas foi internado no Hospital Ángeles del Pedregal, na capital. O agente do jogador, Jose Maria Gonzalez, afirmou que o atacante respondeu algumas perguntas e demonstrou estar consciente antes da cirurgia.

 

Ainda antes da cirurgia, Cabañas disse a sua esposa que "irá sair dessa".

 

Atualizado às 20h03 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.