Após ser campeão na Índia, Elano é preso por agressão a dirigente

Ex-jogador do Santos já foi liberado pelas autoridades locais

Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2015 | 11h24

Ex-jogador do Santos, o meia Elano foi preso neste domingo na Índia após suposta agressão a um dos donos do Goa FC após a vitória de seu time, o Chennaiyin, na final da Superliga Indiana de futebol (ISL). Depois de prestar esclarecimentos na delegacia e pagar uma fiança, o jogador foi liberado.

Dattaraj Salgaocar, um dos proprietários do FC Goa, equipe comandada por Zico, denunciou Elano por agressão física depois da partida. Segundo o jornal Indian Times, o meia provocou os jogadores do time rival, que perdeu para o Chennaiyin por 3 a 2, em um final de jogo emocionante, no domingo.

Depois da comemoração, Dattaraj Salgaocar teria ido conversar com o jogador brasileiro, que o teria lhe agredido. A confusão aconteceu depois que o próprio Elano, capitão do Chennaiyin, levantou a taça de campeão.

Elano foi detido com base em três artigos: causar danos voluntariamente, repressão injustificada e insulto com a intenção de provocar a ruptura da paz. A polícia liberou Elano por volta das 18h30 deste domingo.


Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.