Lucas Almeida/sampaio Corrêa
Lucas Almeida/sampaio Corrêa

Após sete jogos, Paulo Roberto deixa o comando do Sampaio Corrêa

Treinador deixa o clube maranhense na penúltima colocação da Série B do Brasileiro

Estadão Conteúdo

05 Setembro 2018 | 21h32

Após sete partidas no comando do Sampaio Corrêa, o técnico Paulo Roberto Santos pediu desligamento do comando do time nesta quarta-feira. O treinador se reuniu com o presidente Sérgio Frota, um dia após a derrota por 2 a 1 para o Brasil de Pelotas, e chegou a um acordo para deixar o cargo.

Paulo Roberto justificou sua saída por não ter conseguido os resultados esperados. "Íamos definir nossa situação nesses três últimos jogos, contra Paysandu, CRB e Brasil-RS. Tínhamos uma matemática de conseguir de seis a sete pontos para seguir na briga. Como não conseguimos o objetivo, mesmo tendo maior volume de jogo, não tem como ficar insistindo, até porque eu não fiz o planejamento e o início de trabalho", argumentou.

Em sete partidas no time maranhense, ele conquistou uma vitória, dois empates e sofreu quatro derrotas. O único triunfo foi sobre o Paysandu, por 1 a 0, fora de casa. Na última rodada, perdeu em casa por 2 a 1 para o Brasil-RS.

Com 21 pontos, o Sampaio Corrêa ocupa a 19.ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série B, estando a sete pontos do primeiro time da zona de rebaixamento. Paulo Roberto chegou ao time maranhense após dirigir o São Bento, de Sorocaba, por cerca de quatro anos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.