Rubens Chiri / São Paulo
Rubens Chiri / São Paulo

Após sete rodadas, São Paulo volta a se preparar com força máxima

Apenas uma vez no returno o técnico Diego Aguirre teve todos os titulares à disposição

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

04 Outubro 2018 | 05h00

Sidão; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Nenê; Rojas, Everton e Diego Souza. Se pudesse, o técnico Diego Aguirre escalaria essa equipe em todas as 19 rodadas do returno, afinal, foi com esses jogadores que o São Paulo arrancou no primeiro turno até virar líder e mostrou seu melhor futebol neste Campeonato Brasileiro. Infelizmente para ele e a torcida, a realidade tem se mostrado bem diferente. 

Contra o Palmeiras, Aguirre terá a chance de contar com seu 11 ideal pela segunda vez no returno. Depois do empate (1 a 1) com o Paraná, na primeira apresentação, quando utilizou o que tinha de melhor à disposição, o uruguaio passou as sete rodadas seguintes tendo de mexer no time, seja por lesão ou suspensão. Boa parte disso se deve à fibrose na coxa esquerda que tirou o meia-atacante Everton da maioria desses confrontos.

Recuperado, o jogador vem treinando com os companheiros nesta semana e tem presença praticamente assegurada no Choque-Rei, a menos que volte a sentir dores até o dia do clássico. Além dele, Arboleda também está de volta, após ter cumprido suspensão no empate em 2 a 2 com o Botafogo, na rodada anterior.

Nos quatro confrontos anteriores ao duelo no Rio, o lateral-direito Bruno Peres também foi baixa por lesão. Fora eles, também já desfalcaram o São Paulo em uma ou mais partidas do segundo turno outros titulares: Hudson (lesão), Reinaldo, Jucilei, Nenê, Rojas e Diego Souza (todos por suspensão).

Terceiro colocado do Campeonato Brasileiro, com 52 pontos, o time de Aguirre se encontra a um de distância para o Palmeiras, que lidera, seguido pelo Internacional, dono da mesma pontuação, mas em inferioridade na tabela por conta do saldo de gols. O Choque-Rei começa às 18h de sábado, no Morumbi.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.