Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians

Após suspensão, Clayson recebe multa por jogar água em torcedora da Chapecoense

Atacante do Corinthians já cumpriu os dois de gancho e agora terá que doar R$ 3 mil para uma instituição de caridade

O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2018 | 16h21

O atacante Clayson, do Corinthians, foi punido nesta quarta-feira no STJD com multa de R$ 3 mil por jogar água em uma torcedora da Chapecoense no duelo entre as equipes disputado em 12 de agosto, na Arena Condá, pelo Campeonato Brasileiro.

O jogador já havia sido punido com dois jogos de suspensão em julgamento realizado no último dia 30. Clayson foi enquadrado por conduta antidesportiva e cumpriu a pena nas partidas contra Atlético-MG e Ceará.

Nesta quarta-feira, o atacante foi julgado pelo Pleno, última instância nacional do tribunal, que decidiu não ampliar o gancho, mas também aplicar uma multa. O procurador-geral Felipe Bevilacqua determinou "que o valor seja revertido para uma instituição de caridade indicada pelo clube e que Clayson visite e entregue brindes no local".

A sugestão foi acolhida pelo advogado do Corinthians, João Zanforlin, que se comprometeu em enviar fotos do cumprimento da decisão. Nesta quarta-feira pela manhã Clayson participou normalmente da atividade comandada pelo técnico Jair Ventura. O jogador foi um dos destaques do trabalho tático ao anotar dois gols.

A tendência é que ele comece novamente em campo na partida do Corinthians de domingo, às 16h, em casa, contra o Internacional, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.