Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Após ter julgamento adiado, Dudu preocupa Oswaldo no Palmeiras

Neste sábado, jogador deixou o gramado sob vaias da torcida

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

10 de maio de 2015 | 15h06

Um jogador em especial tem preocupado mais o técnico Oswaldo de Oliveira no Palmeiras: o atacante Dudu. O jogador, uma das contratações mais festejadas no início da época, vive uma fase muito ruim e no sábado, diante do Atlético-MG, deixou o gramado debaixo de vaias. O treinador admite que o momento tem afetado o jogador.

"Ele é um menino jovem, que sentiu um pouco essa situação. O Dudu é talentoso e vai conseguir superar tudo isso. Ele tem que viver isso, para amadurecer e ganhar experiência, já que está sendo uma situação bem difícil, mas logo tudo isso passará", disse o técnico.

Dudu perdeu um pênalti no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, contra o Santos, e no segundo foi expulso após desentendimento com Geuvânio e, em seguida, deu um empurrão no árbitro Guilherme Ceretta.

Nesta segunda-feira, o atacante seria julgado pela confusão, mas, a pedido do Palmeiras, o julgamento dele e do zagueiro Victor Ramos - também expulso - foram adiados.

Ainda não está definida a nova data em que ambos serão julgados. O atacante foi enquadrado em três artigos, sendo o mais grave o 254-A (agressão física, com pena mínima de 180 duas sem pena máxima prevista). Ele também responderá pelo artigo 250 (ato hostil, com pena de uma a três partidas de suspensão) e pelo 243-F (ofender alguém em sua honra, com pena de uma a seis partidas).

Quem vai a julgamento nesta segunda-feira é o meia Valdivia, por ter xingado o árbitro Vinicius Furlan de ladrão, e Oswaldo, por ter sido expulso no primeiro jogo da final. O clube também vai ao tribunal por retardar sua entrada na Vila Belmiro e pode receber uma multa que varia de R$ 100 a R$ 1 mil.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasOswaldo de Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.