Reprodução / Youtube / Vasco TV
Reprodução / Youtube / Vasco TV

Após testes, médico do Vasco revela 16 casos positivos de covid-19 no elenco

Clube divulga ainda que três jogadores já tiveram o coronavírus e se curaram; atletas passarão por avaliações físicas

Redação, Estadão Conteúdo

31 de maio de 2020 | 20h34

O diretor médico Marcos Teixeira revelou que 16 atletas do Vasco testaram positivo para o coronavírus durante os exames que foram realizados ao longo da semana. Todos os jogadores vão ser isolados e passaram por tratamento e isolamento.

Segundo o médico, 250 pessoas, de mais de cem famílias, foram examinadas e 350 exames feitos. Anteriormente, o Vasco anunciou que três jogadores também haviam sido diagnosticados com a covid-19 e já estão curados. Todos os casos, até agora, foram assintomáticos.

Nesta segunda-feira, o restante do elenco vascaíno via passar por mais uma bateria de testes, em São Januário. "Só fazemos fazer o que está permitido pelas autoridades. Faremos exames médicos, avaliação da fisioterapia e fisiológica. Não haverá treino propriamente dito, porque vamos seguir exatamente o que está autorizado pela Prefeitura e pelos órgãos que regulam as atividades", afirmou Teixeira.

Marcos Cezar, coordenador científico do Vasco, listou avaliações que serão feitas nos jogadores. "A partir desta segunda-feira iremos iniciar bateria de avaliação nos nossos atletas com o objetivo de identificar os níveis de condição física em que se encontram após o período de mais de 70 dias de inatividade por conta do isolamento social. Serão avaliações da composição corporal, dos níveis de força e também funcionais. Identificar como estão os padrões de movimentos dos atletas, pensando que nesse período de recesso pode ter acontecido algumas perdas significativas e também na capacidade aeróbia para que possamos traçar um protocolo de reabilitação."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascocoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.