Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Após título, Abel elogia reservas do Flamengo e admite busca por zagueiro

Técnico critica desempenho do time titular na vitória por 1 a 0 sobre o Eintracht Frankfurt na Florida Cup

Redação, Estadão Conteúdo

13 de janeiro de 2019 | 09h17

O técnico Abel Braga celebrou bastante o título da Florida Cup após o triunfo por 1 a 0 sobre o Eintracht Frankfurt, no sábado, mas não sem criticar seus titulares. O treinador do Flamengo admitiu a decepção com a equipe principal e creditou a conquista aos reservas, que definiram a vitória com o gol de Jean Lucas.

"Quem ganhou esse título foi o time da primeira parte, que não tive coletivo para comandar e foi competitivo. Com o time considerado titular, não sei se por ter um jogador a mais, não foi assim. E botei a boca neles, não achem que não. Tentaram as jogadas mais difíceis", declarou.

Abel sabe que a conquista de um torneio amistoso não diminuirá a pressão sobre seu trabalho, mas celebrou o início vitorioso de trajetória no clube carioca. "Falam tanto quando um grande não ganha nada. Começar ganhando moraliza e nos deixa com um lado mental forte."

O título veio ainda sem os principais reforços contratados para a temporada: o meia Arrascaeta e o atacante Gabriel. E apesar dos milhões investidos nestes jogadores, Abel admitiu que ainda espera pelo menos uma nova peça no elenco rubro-negro para a zaga, apesar de o clube já ter trazido Rodrigo Caio.

"Esperamos mais um zagueiro, mas não sei como vai ser. Qual treinador não quer um Dedé, um Kannemann? O Rodrigo mostrou porque foi contratado, ele corta fazendo passe. Mas continuamos esperando. Não podemos ser time de índio, só para frente. Temos que ter tranquilidade". apontou.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlorida CupFlamengoAbel Braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.