Após título do Paulistão, Palmeiras quer vaga na Libertadores

Técnico Vanderlei Luxemburgo acredita que equipe alviverde é uma das favoritas no Campeonato Brasileiro

André Rigue, estadao.com.br

05 de maio de 2008 | 09h45

A ambição do Palmeiras com o técnico Vanderlei Luxemburgo vai além da conquista do Campeonato Paulista. O grande objetivo nesta temporada é conseguir uma vaga para a Copa Libertadores de 2009. Como o clube fracassou na Copa do Brasil, a meta agora é ficar entre os primeiros do Campeonato Brasileiro.Veja também: Conheça os heróis e reveja a campanha palmeirense TV Estadão: Assista aos gols da vitória do Palmeiras Conheça os campeões dos outros estaduais pelo Brasil Palmeiras goleia a Ponte por 5 a 0 e conquista o Paulistão"Somos um dos favoritos no Brasileirão sim", afirma Luxemburgo. "Não quero entrar mais ou menos nesta competição. Eu quero ganhar esse título. O Palmeiras está se aproximando do nível de Internacional, São Paulo e Fluminense, que já possuem uma base bem estabelecida."Luxemburgo tornou-se o maior vencedor do Paulistão ao lado de Lula, do Santos, com oito conquistas. No entanto, o treinador nunca conseguiu vencer a Libertadores. "Queremos aproveitar a janela de negociações na Europa, agora no meio do ano, para montar um time até junho de 2009, justamente para termos base para a Libertadores."Dirigentes de Palmeiras e Traffic (empresa parceira do clube) se reunirão com Luxemburgo ainda nesta semana para definir os investimentos que serão feitos no Brasileirão. "Sei que não conseguiremos manter esse elenco. Uma reformulação de 15% a 30% é inevitável. E já temos praticamente quatro reforços contratados."A estréia do Palmeiras no Brasileirão acontece neste domingo, 11, contra o Coritiba, no Couto Pereira. "Em campeonatos de turno e returno você precisa de elenco. E acredito que montaremos um grupo com várias opções. Os trabalhos no Palmeiras são sérios, feitos com a razão."PROGRAMAÇÃOComo prêmio pela conquista do Paulistão, os palmeirenses ganharam dois dias de folga. Os jogadores só se apresentam nesta quarta-feira, quando iniciam os preparativos para o Brasileirão. "Não podemos ter moleza não. Os trabalhos continuarão fortes porque em pontos corridos você não pode bobear", alerta Luxemburgo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.