Michel Euler/AP
Michel Euler/AP

Após título, Mbappé diz que ficará no PSG e técnico comemora volta de Neymar

Atacante marcou os três gols da vitória sobre o Monaco por 3 a 1 neste domingo, quando brasileiro voltou a jogar após lesão

Redação, Estadão Conteúdo

21 de abril de 2019 | 20h42

Após o empate do Lille com o Toulouse neste domingo, o Paris Saint-Germain confirmou seu oitavo título do Campeonato Francês com antecedência. Em clima de festa, o PSG entrou como bicampeão para a partida em casa diante do Monaco, vencida por 3 a 1, com retorno do brasileiro Neymar, recuperado de lesão.

O atacante Kylian Mbappé fez os três gols da equipe parisiense e é o grande destaque do torneio nacional, do qual é artilheiro isolado, com 30 gols. O jovem francês comemorou a marca individual e confirmou que fica no time para a próxima temporada, apesar das especulações de uma transferência para o Real Madrid a pedido do técnico Zinedine Zidane.

"Estou feliz pelos gols! E a temporada não terminou, então poderei marcar mais. Mas queríamos o título acima de tudo. E sim, fico no PSG, estou envolvido com o projeto. Bom para o (Real) Madrid que eles têm Zizou, vou ver os jogos deles como um admirador", disse Mbappé após o título.

O atacante recebeu elogios do técnico Thomas Tuchel por conta do grande desempenho no Campeonato Francês. "É um tubarão: se cair uma gota de sangue, ele vem", comparou o treinador. O alemão também comemorou a volta de Neymar: "Ele tem qualidade para fazer coisas extraordinárias e decisivas. Eu não tinha dúvidas de que poderia jogar e ele mostrou nos primeiros 15 minutos que é capaz de encontrar soluções e acelerar o nosso jogo".

O comandante do PSG também projetou a escalação do atacante para a partida do próximo sábado, quando a equipe da capital francesa enfrenta o Rennes, no Stade de France, em Saint-Denis, pela final da Copa da França. "Eu acho que ele está pronto para o jogo", declarou Tuchel sobre Neymar.

Mbappé ainda comentou a decisão do próximo fim de semana. Segundo o atacante, a partida deste domingo ajudará no confronto diante do Rennes. "Foi uma boa preparação para a final. É verdade que ainda estamos decepcionados com a eliminação para o Manchester United (nas oitavas de final da Liga dos Campeões), mas o futebol continua. Ainda há títulos em disputa e quero que ganhemos a Copa da França", ressaltou.

A queda para a equipe inglesa nas oitavas do torneio continental frustrou a maior ambição do PSG na atual temporada. O clube investiu pesado em contratações como Neymar e Mbappé com o objetivo de conquistar o título europeu, mas o United acabou revertendo a desvantagem no mata-mata após ser derrotado no jogo de ida, na Inglaterra. Depois disso, o time inglês acabou sendo eliminado pelo Barcelona nas quartas de final.

"É um grande objetivo (ganhar a Liga dos Campeões), mas um clube como a Juventus espera há 20 anos para vencer, e é a Juventus", ponderou Tuchel, se referindo ao time italiano, que nesta edição da competição europeia foi eliminado pelo Ajax, da Holanda, nas quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.