Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Após título mineiro invicto, Léo foca Libertadores e 'recordes' para o Cruzeiro

'O Cruzeiro mostrou que sabe ganhar títulos na casa do adversário', declarou o zagueiro após conquista sobre o Atlético

Redação, Estadão Conteúdo

21 de abril de 2019 | 11h18

O zagueiro Léo afirmou, após o título invicto do Campeonato Mineiro, que o time está preparado para acumular novas conquistas e recordes. "Demonstramos nossa força. O Cruzeiro é um time preparado para superar grandes desafios, atingir recordes. O Brasileiro, a Libertadores são os nossos focos."

O experiente zagueiro, de 31 anos, um dos líderes do elenco do técnico Mano Menezes, afirmou que a equipe está no ponto para subir degraus importantes nesta temporada. "A Libertadores é um torneio em que é preciso vencer fora de casa. E o Cruzeiro mostrou que sabe ganhar títulos na casa do adversário", disse o defensor, referindo-se às conquistas frente ao Atlético, no Estádio Independência, e diante do Corinthians, na Copa do Brasil do ano passado, em Itaquera.

"Temos uma estrutura formada há três anos que é reforçada todo final de temporada. Podemos enfrentar qualquer equipe de igual para igual. Começamos bem na fase de grupos da Libertadores e precisamos manter esse ritmo daqui para frente", afirmou Léo.

O Cruzeiro joga nesta terça-feira, às 17 horas (de Brasília), na Venezuela, diante do Deportivo Lara, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. O time já tem vaga garantida nas oitavas de final, pois venceu os quatro primeiros jogos e lidera o Grupo B, com 12 pontos. O Deportivo Lara tem cinco pontos, seguido por Emelec (três) e Huracán (um).

Mano Menezes vai ter a dor de cabeça que todo técnico gosta de ter para escalar a equipe: várias opções. Principalmente no meio de campo, setor no qual Marquinhos Gabriel atuou muito bem nos jogos finais do Mineiro. O ex-jogador do Corinthians entra na briga por uma vaga junto com David, Rafiha e também Pedro Rocha, outro que foi bem na decisão do Estadual, e poderá ser utilizado nos mata-matas da principal competição sul-americana.

"O Cruzeiro vai sempre entrar para brigar por todos os títulos. Não vamos ganhar todos, mas este grupo tem um potencial muito grande para ser campeão", afirmou Mano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.