AP Photo
AP Photo

Após título na China, Marcello Lippi encerra carreira de treinador

'Eu não quero treinar mais, eu estou velho demais. O Guangzhou Evergrande terá um novo treinador', afirmou o técnico italiano

Estadão Conteúdo

02 de novembro de 2014 | 15h33

Campeão da Copa do Mundo de 2006 no comando da Itália, o técnico Marcello Lippi anunciou neste domingo, 2, a sua aposentadoria da função de treinador. A sua decisão foi revelada após o treinador conquistar o título do Campeonato Chinês pelo Guangzhou Evergrande, o quarto consecutivo do clube, sendo três deles sob o seu comando.

Lippi, de 66 anos, também conquistou o título da Liga dos Campeões da Ásia de 2013 pelo clube chinês. "Eu não quero treinar mais, eu estou velho demais. O Guangzhou Evergrande terá um novo treinador na próxima temporada", afirmou o técnico italiano.

Agora aposentado da função de treinador, Lippi acrescentou que vai assumir o cargo de diretor técnico. O ex-jogador Fabio Cannavaro está entre os favoritos para substituí-lo como treinador da equipe chinesa.

Lippi conduziu a Itália ao título mundial em 2006, mas não conseguiu repetir a façanha na sua segunda passagem pelo comando da seleção, com a equipe sendo eliminada na fase de grupos quatro anos depois.

Como treinador de clubes, os maiores êxitos da carreira de Lippi foram nas suas duas passagens pela Juventus. O treinador conquistou cinco títulos do Campeonato Italiano pelo time de Turim e venceu duas vezes a Liga dos Campeões da Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.