Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Após título nacional, presidente do Palmeiras promete time mais forte em 2019

Mauricio Galiotte elogia torcida e afirma que trabalhará pela permanência de Felipão e Dudu

Estadão Conteúdo

02 Dezembro 2018 | 22h02

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, prometeu novas conquistas aos torcedores e um time competitivo para a temporada do próximo ano. Campeão brasileiro, vice paulista, semifinalista na Copa do Brasil e da Libertadores, o clube buscará superar as marcas atingidas neste ano.

"Estou muito feliz. Torcedor palmeirense, pode comemorar que você é decacampeão. O Palmeiras voltou ao devido lugar, que é em cima do pódio e dando volta olímpica. A torcida sempre fez a diferença. E em 2019 não vai ser diferente, continuaremos trabalhando muito e buscaremos novas conquistas", prometeu Galiotte, pouco depois de a equipe palmeirense bater o Vitória por 3 a 2, neste domingo, no Allianz Parque, pela rodada final do Brasileirão.

O presidente quer manter todos os jogadores do elenco e a comissão técnica, principalmente Luiz Felipe Scolari. O treinador recebeu uma proposta da seleção da Colômbia e pode deixar o clube. Além de Felipão, especulações envolvem uma possível saída do atacante Dudu. "Vamos fazer o que for possível. A ideia é que ele (Dudu) permaneça com a gente", disse o dirigente.

Em 2018, o Palmeiras terminou o Brasileirão com 80 pontos, oito acima do vice-líder Flamengo. Além disso, caiu nas semifinais da Libertadores, diante do Boca Juniors, e da Copa do Brasil, enfrentando o Cruzeiro. E perdeu o título estadual para o arquirrival Corinthians. No próximo ano, disputará novamente as quatro competições. E para tal, já contratou o meia Zé Rafael, do Bahia, e o atacante Artur, do Ceará.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.