Isabella Bonotto/AFP
Isabella Bonotto/AFP

Após título, Ronaldo e Allegri confirmam que ficam na Juve para próxima temporada

Saída de ambos foi especulada após eliminação na Liga dos Campeões contra o Ajax no meio de semana

Redação, Estadão Conteúdo

20 de abril de 2019 | 20h30

Com o triunfo por 2 a 1 sobre a Fiorentina neste sábado, a Juventus pôde comemorar em casa a oitava conquista consecutiva do Campeonato Italiano. O time de Turim até saiu atrás, mas virou com certa tranquilidade, com gol da vitória marcado pelo lateral-esquerdo brasileiro Alex Sandro. Após as comemorações, o craque Cristiano Ronaldo e o técnico Massimiliano Allegri confirmaram que ficam na equipe na próxima temporada.

"Estou muito feliz pelo título. Se continuo na Juventus? 1000% de certeza", disse o português depois da partida. Com a conquista do Campeonato Italiano, o atacante entra para a história como o primeiro jogador a ganhar os três principais torneios nacionais da Europa. Ele venceu o Campeonato Inglês com o Manchester United e levantou o Campeonato Espanhol com o Real Madrid.

Muito criticado após a eliminação para o Ajax na Liga dos Campeões, Allegri também confirmou permanência para a temporada seguinte. "É certo que sigo no banco da Juventus. Tenho um ano de contrato, a questão é decidir os planos para o futuro, avaliar este ano e melhorar a equipe", afirmou o comandante.

Tanto o técnico quanto o craque tiveram as suas saídas especuladas pela imprensa italiana nos últimos dias. Segundo o jornal La Reppublica, a derrota na competição europeia teria deixado o português desiludido e ele ficaria só mais um ano em Turim, apesar de ter contrato até 2022. Ainda de acordo com a publicação, Cristiano Ronaldo teria exigido investimentos em reforços de peso para a próxima temporada.

Já a saída de Allegri foi ventilada pelo canal de televisão Sky Sports. Segundo a emissora, a diretoria da Juventus já teria feito uma consulta ao treinador Antonio Conte, sem clube desde que saiu do Chelsea. O italiano foi o responsável pelo começo do domínio da Juve, comandando o time nas três primeiras conquistas nacionais desta série de oito títulos consecutivos. Allegri esteve à frente dos outros cinco sucessos e ganha fôlego no cargo com o triunfo deste sábado.

Apesar da "ressaca" pela eliminação Liga dos Campeões, o feito alcançado pelo clube de Turim é considerável. Nunca um time conquistou oito títulos em sequência entre as seis principais competições nacionais na Europa, englobadas pelas ligas de Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, França e Portugal. No Italiano, o domínio é absoluto: a Juve chega ao seu 35.º scudetto, quase o dobro do que possuem Milan e Inter de Milão, com 18 taças cada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.