Antonio Lacerda/EFE
Antonio Lacerda/EFE

Após títulos, presidente de Portugal pensa em condecorar Jesus: 'Orgulhosos'

Marcelo Rebelo de Sousa parabenizou o treinador e disse que ele "leva Portugal mais além"

Redação, Estadao Conteudo

25 de novembro de 2019 | 10h38

As conquistas da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro pelo Flamengo neste final de semana elevaram muito o status do técnico Jorge Jesus. Nesta segunda-feira, em meio à festa rubro-negra, o treinador português será homenageado pela Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro com o título de Cidadão Honorário do Rio de Janeiro e foi lembrado também em sua terra natal.

Em entrevista a jornalistas em um evento em Lisboa, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, revelou nesta segunda-feira que já felicitou Jorge Jesus pelas conquistas do Flamengo e que pensa em condecorá-lo pelo seu sucesso no Brasil.

"Enviei diretamente um abraço amigo e ele mostrou-se feliz pela lembrança dizendo que tinha Portugal sempre no pensamento", afirmou o presidente português, que destacou que Jesus "leva Portugal mais além", recordando que o treinador levou consigo a bandeira de Portugal durante grande parte das comemorações.

"Aí está a gratidão a Portugal. Estava representando um clube brasileiro, com jogadores de várias nacionalidades, em uma competição latino-americana, sempre dizendo ‘eu sou Português’, ‘onde eu estou está Portugal'. Sempre que um português é excelente em todos os domínios da atividade, ficamos orgulhosos em nome de Portugal", completou Marcelo Rebelo de Sousa.

O presidente comentou ainda que estuda homenagear Jorge Jesus pelos feitos conquistados no Brasil. "Quero ter a certeza que não há injustiças e que outros portugueses que tenham vencido competições continentais como esta, mas que não esta (Libertadores), tenham sido condecorados", acrescentou, relembrando "a generosidade" que tem mostrado, desde que tomou posse, a figuras do esporte de Portugal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.