Após tropeço no Baiano, Vitória demite técnico Toninho Cerezo

Treinador disputou 22 jogos pela equipe, somando 11 vitórias, oito empates e três derrotas

AE, Agência Estado

05 de abril de 2012 | 12h13

SALVADOR - Após mais um tropeço no Campeonato Baiano, o Vitória demitiu nesta quinta-feira o técnico Toninho Cerezo. Na noite anterior, o time empatou em casa com o Vitória da Conquista, por 1 a 1, provocando protestos da torcida que foi ao Barradão. Assim, a diretoria resolveu trocar o comando.

Nos últimos quatro jogos pelo Campeonato Baiano, o Vitória somou apenas uma vitória e dois empates. O time ocupa a segunda colocação na classificação geral, mas a torcida já estava impaciente com o trabalho de Toninho Cerezo e chegou a pedir sua saída durante o duelo de quarta-feira.

"O departamento de futebol agradece o trabalho e a dedicação do seu treinador e um dos seus assistentes (Ricardo Antônio) que o acompanha na saída. Toninho é um profissional sério, competente, intimamente ligado ao Vitória e que só deixa amigos no clube", anunciou o diretor Raimundo Queiroz.

Em sua segunda passagem pelo clube, iniciada no final do ano passado, Toninho Cerezo disputou 22 jogos, somando 11 vitórias, oito empates e três derrotas. Nesse período, ele chegou a travar duelo com um antigo companheiro de seleção brasileira, Falcão, que hoje é técnico do Bahia.

Com a saída de Toninho Cerezo, o auxiliar Ricardo Silva assume o comando do time interinamente até que um novo treinador seja contratado pela diretoria. O próximo compromisso do Vitória será já no domingo, contra o Juazeiro, fora de casa, pelo Campeonato Baiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.