Vinnicius Silva / Cruzeiro
Vinnicius Silva / Cruzeiro

Após tropeços, Dedé vê estreia difícil do Cruzeiro na Copa do Brasil

Equipe mineira enfrenta o Fluminense nesta quarta-feira, no jogo de ida das oitavas de final

Redação, Estadão Conteúdo

13 de maio de 2019 | 19h23

Após um bom início de temporada, com grandes atuações na Copa Libertadores e no Campeonato Mineiro, do qual saiu campeão, o Cruzeiro caiu de rendimento nas últimas semanas. Foram três derrotas nos últimos cinco jogos, o que preocupa a torcida para a estreia na Copa do Brasil, nesta quarta, contra o Fluminense. E deixa a equipe em alerta. Nesta segunda, o zagueiro Dedé admitiu que o time espera um duelo difícil no Maracanã, no jogo de ida das oitavas de final.

"Não é fácil, mas estamos focados. Mas primeiro vamos pensar na Copa do Brasil. No Brasileiro a gente joga um pouco mais exposto, mas agora são 180 minutos. Temos chance de voltar a vencer fora de casa, apesar de o Fluminense ser um adversário difícil, com os jogadores tendo abraçado a ideia do treinador. Vamos trabalhar a semana para fazer dois bons jogos", comentou o defensor.

Dedé acredita que o rendimento na Copa do Brasil deve ser superior aos jogos anteriores, pelo Brasileirão. "Nosso time sabe jogar mata-mata e está consciente do que tem de fazer. Vamos nos entregar como se fosse uma final de campeonato. Nos mata-mata é importante a experiência, saber ler o que está acontecendo em campo. E nosso time tem isso, mostrou nas duas Copas do Brasil que vencemos", pregou.

Sem sucesso no Brasileirão nos últimos anos, o Cruzeiro vem dominando a Copa do Brasil. É o atual bicampeão. Questionado sobre a grande performance do time na competição de mata-mata, Dedé se esquivou.

"Não podemos falar ao segredo para ganhar a Copa do Brasil. Tem de ter inteligência, saber que são dois jogos, muitas vezes você tem de estar pronto para buscar os resultados. A torcida pode nos ajudar, é quando está difícil que ela faz a diferença", convocou.

TREINO 

Para o duelo desta quarta, o técnico Mano Menezes pode ter três reforços no grupo. O lateral Orejuela, o meia Marquinhos Gabriel e o atacante Raniel foram liberados pelo departamento médico e voltaram a trabalhar com o grupo nesta segunda, na reapresentação do time, após a derrota para o Internacional, no domingo.

O meia Robinho também treinou com o grupo, tranquilizando a torcida. Ele fora poupado no fim de semana em razão do desgaste muscular e deve ser opção garantida para Mano na noite de quarta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
Cruzeiro Esporte ClubeDedéfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.