Rubens Chiri/ São Paulo
Rubens Chiri/ São Paulo

Após tropeços nos EUA, Jardine diz que ainda não definiu titulares do São Paulo

Treinador afirmou que ainda vai analisar o elenco e que escalará a equipe conforme o adversário

Redação, O Estado de S.Paulo

13 Janeiro 2019 | 04h30

Após observar o elenco nos dois jogos da Florida Cup, em Orlando, nos Estados Unidos, o técnico do São Paulo, André Jardine, disse que voltará ao Brasil ainda sem saber quem serão os titulares da equipe neste início de temporada.

"Viemos aqui para observar quase todos os jogadores. É uma pena que eu não tenha podido colocar todos. E agora ganho mais uns dias de treinamento para pensar muito. Em todas as alternativas que o elenco nos dá, sempre vai ser jogo a jogo. Vão ter jogos que vamos entrar com formações mais ofensivas, outros mais agressivas. Vão ter jogos que vamos entrar com uma prudência, com uma precaução maior", afirmou.

Jardine, no entanto, manteve nos dois jogos praticamente a mesma formação. A única mudança foi no gol. O recém-contratado Tiago Volpi começou na derrota por 2 a 1 para o Eintracht, enquanto que Jean iniciou no tropeço por 4 a 2 diante do Ajax. "Entendemos que esse rodízio (no gol) era importante para a gente observar os dois com equipes diferentes, o comportamento", explicou.

O restante do time foi o mesmo. Os reforços Hernanes e Pablo permaneceram nos dois jogos entre os titulares - atuaram no primeiro tempo das partidas. Os veteranos Nenê e Diego Souza seguiram entre os reservas.

"Vou pensar, analisar, rever os jogos, analisar o desempenho de cada um e tentar ser o mais justo possível a partir do primeiro jogo. Quero premiar aqueles que estão vivendo o melhor momento e, acima de tudo, encaixar uma equipe que nos dê estrategicamente mais condições de vencer cada jogo", justificou.

O São Paulo ainda treinará nos Estados Unidos neste domingo e na segunda-feira antes de retornar ao Brasil. Jardine tem a semana livre para trabalhar antes da estreia no Campeonato Paulista. A primeira partida pelo Estadual será no sábado, contra o Mirassol, no Pacaembu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.