Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Após tropeços seguidos, Atlético-MG busca reabilitação no início do Brasileirão

Equipe joga contra o Vasco, fora de casa, após derrotas para Cruzeiro e San Lorenzo

Estadão Conteúdo

15 Abril 2018 | 07h14

O duro golpe sofrido ao perder o Campeonato Estadual para o arquirrival Cruzeiro ainda machuca o Atlético Mineiro. A equipe tenta deixar para trás o vice e a derrota recente para o San Lorenzo, da Argentina, na Copa Sul-Americana, para se reabilitar e começar o Campeonato Brasileiro com o pé direito. O adversário da estreia será o Vasco, neste domingo, às 16 horas, em São Januário, no Rio.

+ ESPECIAL: Guia do Campeonato Brasileiro de 2018

+ Vasco joga contra Atlético-MG no Brasileirão por vitória para esquecer Estadual

O jogo inicial na competição nacional tem mais importância ainda para um personagem: o técnico interino Thiago Larghi, que treina o Atlético-MG desde a saída de Oswaldo de Oliveira. E uma vitória diante do Vasco pode lhe dar mais segurança na função para a sequencia da temporada.

O treinador não quis revelar a escalação e disse que avaliará quem está em melhores condições de jogo. "Estamos avaliando. Os jogadores passaram por avaliação sobre o jogo de quarta. Ainda vamos esperar as respostas e vamos fazer uma análise completa para ver quem joga", avisou.

Mesmo sem a confirmação de Thiago Larghi, a tendência é que ele leve a campo quase a mesma formação que foi derrotada pelo San Lorenzo. O zagueiro Leonardo Silva, lesionado, é ausência certa e, com isso, Bremer segue na equipe. O volante Adilson, que não se recuperou de uma pancada no tornozelo direito sofrida na Argentina, foi vetado e deverá ser substituído por Arouca.

Além de Leonardo Silva e do volante Adílson, o lateral-esquerdo Danilo Barcelos não viajou ao Rio para encarar o Vasco por motivo diferente aos do zagueiro e volante. Ele está prestes a acertar a sua ida para a Ponte Preta, clube em que jogou na segunda metade da última temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.