Lucas Uebel/ Grêmio
Lucas Uebel/ Grêmio

Após usar reservas em Curitiba, Grêmio nega que Brasileirão esteja em 2º plano

Renato Gaúcho garante que está focado em ganhar as três competições que a equipe disputa

Redação, Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2020 | 08h27

O Grêmio venceu o Athletico Paranaense por 2 a 1, domingo, na Arena da Baixada, mas a escalação de um time misto no compromisso, válido pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro, voltou a provocar questionamentos sobre a forma como o time encara a competição nacional. A situação incomodou o técnico Renato Gaúcho.

Renato negou que o Grêmio esteja "abrindo mão" do Brasileirão para privilegiar a Copa do Brasil e a Libertadores. Mas nem relacionou Vanderlei, Pedro Geromel, Kannemann, Robinho e Diego Souza para o duelo em Curitiba. Além disso, só acionou Pepê no segundo tempo do duelo.

"Todos os clubes estão poupando, eles também estão desistindo do Brasileirão? O Grêmio jamais vai largar o Brasileiro, eu sou louco para ganhar o Brasileiro. O torcedor pode ficar tranquilo, estamos em três competições e entramos nelas para ganhar. Às vezes mudo no Brasileiro porque são 38 rodadas", afirmou o treinador.

Antes do compromisso de domingo, o Grêmio havia entrado em campo na quinta-feira, quando empatou por 1 a 1 com o América de Cali, em casa, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Já na próxima quinta, receberá o Juventude para o duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Com a vitória no domingo, o Grêmio chegou aos 24 pontos em 17 duelos e ascendeu ao nono lugar no Brasileirão. Pelo Nacional, o seu compromisso seguinte será em 2 de novembro, de novo no seu estádio, contra o Red Bull Bragantino.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRenato GaúchoGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.