Miguel Schincariol/Divulgação
Miguel Schincariol/Divulgação

Após vaga do São Paulo, um time paulista será campeão da Copinha

Mais cedo, Botafogo de Ribeirão Preto, Palmeiras e Corinthians se classificaram às semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior

Estadão Conteúdo

21 de janeiro de 2015 | 08h17

Um time paulista será o campeão da edição de 2015 da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Depois de Botafogo de Ribeirão Preto, Palmeiras e Corinthians se classificarem às semifinais, foi o São Paulo quem ficou com a última vaga ao triunfar com facilidade na noite de terça-feira.

O São Paulo precisou de apenas 45 minutos para garantir a classificação à semifinal da Copa São Paulo. O time marcou três gols na primeira etapa e derrotou o Atlético-MG por 4 a 0, no Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, pelas quartas de final.

Garantido na semifinal, o São Paulo fará o clássico contra o Corinthians na próxima quinta-feira para decidir quem irá para a final. Nesta quarta-feira, a Federação Paulista de Futebol deve confirmar o horário e o local do duelo. Palmeiras e Botafogo fazem a outra semifinal no mesmo dia.

"A rivalidade existe em qualquer jogo. Por isso não quero levar para esse lado da rivalidade. Espero que seja um jogo limpo e alegre com as equipes buscando a vitória. Acredito que será uma partida difícil e, por isso, temos que encarar como profissionais", disse o técnico do São Paulo, Menta.

O São Paulo não teve muitas dificuldades para decidir a partida. Com muita velocidade, o time conseguiu abrir o placar logo aos 13 minutos com João Paulo. O próprio camisa 9 ampliou aos 27 minutos. Ainda na primeira etapa, Luiz Araújo aproveitou saída errada do adversário e marcou o terceiro gol são-paulino. Na volta do intervalo, João Paulo, novamente, deixou sua marca. Desta vez, num golaço, em cobrança de escanteio direto para a meta atleticana.

"Os meninos se dedicaram muito, jogaram com prazer, alegria e determinação em busca dos gols. E é isso que a gente nos treinos. Os jogadores foram agudos e tentaram alegrar a torcida, que sempre nos apoiou desde o início da competição. Tenho certeza de que eles estão muito felizes, porque foi uma noite muito boa para nós", festejou Menta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.