Após vaga e recorde, holandês critica desempenho do time

Mesmo após ter igualado o número de jogos pela seleção da Holanda e garantido a classificado às oitavas-de-final da Copa do Mundo da Alemanha, o goleiro Edwin Van der Sar declarou que não ficou satisfeito com a atuação da sua equipe no empate sem gols diante da Argentina, nesta sexta-feira, em Frankfurt."Não estou feliz. Nós queríamos vencer o grupo (C), mas acho que os argentinos tornaram as coisas mais difíceis para nós", comentou o camisa 1, que chegou à marca de 112 jogos pelo selecionado dos Países Baixos. Ele se igualou ao zagueiro Frank de Boer. "No segundo tempo, nos empenhamos mais e tivemos algumas chances. Estou feliz por ter sempre jogado limpo e ter igualado esse recorde", comentou. "Nós tentamos de tudo, mas não podíamos correr risco com os jogadores pendurados, porque nesta competição você nunca sabe o que os árbitros vão fazer", comentou o jogador do inglês Manchester United, lembrando que alguns atletas da equipe foram poupados para evitar possíveis suspensões nas oitavas-de-final, no jogo com Portugal, no domingo, em Nuremberg.Já o treinador Marco Van Basten gostou do desempenho da seleção holandesa. "Vi progressos na minha equipe. A Argentina é uma equipe muito forte, e fomos capazes de empatar com eles. Inclusive chegamos a pressioná-los no final. Não está mal. Foi um bom desempenho, levando-se em conta que jogamos sem vários titulares, poupados por causa do cartão amarelo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.