Rahel Patrasso / Reuters
Rahel Patrasso / Reuters

Após vencer Palmeiras, Everton diz que Grêmio evitou pensar em título do Flamengo

Jogador comemora vaga garantida na Libertadores 2020 e afirma que time buscará ir direto para a fase de grupos

Redação, Estadão Conteúdo

24 de novembro de 2019 | 20h34

De olho na fase de grupos da Copa Libertadores, competição continental que disputará pelo quinto ano consecutivo em 2020, o Grêmio conseguiu um resultado importante na tarde deste domingo, quando visitou o Palmeiras e venceu por 2 a 1, no Allianz Parque, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após a partida, que, como consequência, garantiu o título nacional ao Flamengo, os jogadores gremistas valorizaram o triunfo como visitante. "A gente procurou esquecer isso (título flamenguista). Tínhamos que primeiramente vencer o jogo para buscar a classificação, mesmo que ainda não na fase de grupos da Libertadores. Agora vamos procurar garantir isso nos próximos jogos", disse o atacante Everton, que abriu o placar.

Já o também atacante Pepê, que começou no banco de reservas e substituiu Luciano ao longo da partida, se mostrou satisfeito por ter feito o gol que assegurou o triunfo visitante nos minutos finais de jogo. "Estou muito feliz em poder entrar e ajudar a equipe. O Professor Renato (Gaúcho) nos dá total confiança para atuar, independente de ser titular ou reserva. Pede para, quando entrarmos, dar o máximo para ajudar os companheiros. É o que eu sempre procuro fazer", encerrou.

O capitão Pedro Geromel também reforçou o fato de que nós jogamos pelo Grêmio e não pelo Flamengo. Para ele, foi apenas uma "circunstância". "Viemos para vencer e vencemos. Só que o Palmeiras precisa da vitória e não conseguiu, então o Flamengo levou o título por méritos. Nós temos sempre que pensar no Grêmio, porque numa competição tão dura, cada um tem que pensar em seu objetivo. O nosso é garantir uma vaga na Libertadores já na fase de grupos", reforçou.

No momento, o Grêmio é quarto colocado com 59 pontos, em terceiro na disputa. Fica atrás de Palmeiras e Santos, com 68 pontos, portanto, deve disputar uma das duas vagas restantes com São Paulo e Internacional nas quatro últimas rodadas. Às 21h30 da próxima quarta-feira, o time comandado por Renato Gaúcho visita o Athletico, em Curitiba (PR), na Arena da Baixada pela 35ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.