Divulgação
Divulgação

Após venda de Gabigol, Santos escapa de 'desmanche' na janela de transferências

Lateral, volante e meia eram alvo de clubes europeus

O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2016 | 07h00

A venda de Gabigol para o Inter de Milão será a única negociação do Santos nesta janela de transferências, salvo uma 'surpresa' de última hora neste último dia de transferências para o futebol europeu. Jogadores como o lateral-esquerdo Zeca, o volante Thiago Maia e o meia Lucas Lima eram alvos de clubes europeus e tiveram perto de deixar o clube.

Tiago Maia recebeu sondagens do Napoli, Zeca, do Atlético de Madrid, e Lucas Lima, de clubes da Inglaterra. Nenhuma das negociações avançou e a diretoria acredita que o time da Vila não sofrerá um desmanche nesta janela de transferências como se previa. Esse, alias, era o grande temor do técnico Dorival Júnior.

A venda de Gabigol o Inter de Milão rendeu um bom dinheiro ao Santos, que fechou a negociação por R$ 98 milhões e ficou com aproximadamente R$ 50 milhões. Esse valor deverá ser investido em reforços para a próxima temporada. A direção e a comissão técnica avaliam que o elenco atual tem condições de fazer um bom papel no Campeonato Brasileiro e brigar ao menos por uma vaga na Libertadores.

Para a vaga de Gabigol, Dorival Júnior vai apostar em Jonathan Copete, atacante colombiano que também joga pelos lados do campo em uma posição muito semelhante ao agora ex-jogador do time da Vila Belmiro. Copete deve ser confirmado como novo titular do time e formar o ataque ao lado de Ricardo Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.