Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Após ver Robinho mais próximo, Santos tenta confirmar vaga em casa

Time santista recebe Maringá na Vila Belmiro pela Copa do Brasil

GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

13 de maio de 2015 | 07h48

Robinho rescindiu nesta terça-feira o seu contrato com o Milan, de acordo com seus representantes. De forma amigável, ele antecipou o fim do seu vínculo para julho deste ano. Com isso, ele estará livre para definir seu futuro quando terminar o empréstimo com o Santos, em dia 30 de junho. "Foi uma solução amigável e boa para todos. Como ele está emprestado ao Santos, o contrato ficará vigente até o fim do mês de junho. Depois ele estará livre", explica Marisa Alija, advogada do jogador.

À primeira vista, a rescisão com os italianos é uma boa notícia para os santistas, pois Robinho já declarou que pretende continuar no clube. O único problema é a condição imposta pelo jogador. Ele exige o pagamento dos direitos de imagem que estão atrasados há pelo menos sete meses e alcançam cerca de R$ 3 milhões. Se não houver acerto, ele pode negociar com outros clubes.

Robinho tem propostas do Cruzeiro, Flamengo e do futebol norte-americano. Em outras palavras, a rescisão é uma boa notícia também para os outros clubes interessados.

Outro motivo de preocupação para a diretoria do Santos é que o Milan pagava parte dos salários de Robinho, que giram em torno de 3 milhões de euros por ano (R$ 10, 2 milhões). Agora, o Santos terá de pagar os vencimentos sozinho ou procurar parceiros. "Vamos fazer a campanha 'fica, Robinho'. Ele é muito importante para nossa equipe", afirmou o meia Geuvânio.

A rescisão não tem relação direta com a viagem do presidente Modesto Roma Junior. Segundo a diretoria, ele está na Itália para tratar de diversos assuntos. Um deles pode ser a tentativa de repatriar o zagueiro Alex.

MARINGÁ

Robinho deverá definir seu futuro apenas depois da Copa América, no Chile. Ele foi convocado por Dunga e deverá se apresentar dia 1.º de junho. Até lá, o atacante fará quatro partidas pelo Santos. A primeira delas será nesta quarta-feira à noite, às 19h30, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil.

O camisa 7 treinou nesta terça e deverá ajudar o Santos a defender uma vantagem confortável diante do Maringá. Depois do empate por 2 a 2 no Paraná, a equipe da Vila pode até empatar por um gol para avançar à próxima fase. Empate por três ou mais tentos dá a vaga aos paranaenses. Quem vencer, estará classificado.

O volante Renato, com dores musculares, e o lateral Chiquinho, por causa de uma pancada nas costas no último domingo, são os desfalques. Jogam Leandrinho e Victor Ferraz.

SANTOS x MARINGÁ

SANTOS - Vladimir; Cicinho, David Braz, Werley e Victor Ferraz; Valencia, Leandrinho e Lucas Lima; Geuvânio, Ricardo Oliveira e Robinho. Técnico: Marcelo Fernandes.

MARINGÁ - Ednaldo; Ruan, Fabiano, Marcelo Xavier e Edinho; Ítalo, Serginho Paulista, Eurico e Max; Gabriel Barcos e Rodrigo Dantas. Técnico: Claudemir Sturion.

Árbitro: Wagner Reway.

Local: Vila Belmiro, em Santos.

Horário: 19h30.

Transmissão: SporTV e ESPN+ .

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilSantos FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.