Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Após vestir camisa de sacola, Fã de Romero vai conhecer a Arena Corinthians

Atacante ligou para o menino e o convidou a conhecer o Brasil e o estádio corintiano

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2017 | 11h30

O garoto Milner, que ficou conhecido por seu pai ter postado uma foto no Facebook em que ele aparece vestindo uma camisa da seleção paraguaia feita de sacola plástica com o número e o nome do atacante Romero, do Corinthians (leia mais aqui), terá a oportunidade de conhecer o ídolo e o Brasil. O jogador entrou em contato com o garoto e lhe ofereceu a oportunidade de se conhecerem.

O jornal paraguaio A Crônica proporcionou ao garoto a chance de falar com Romero. O jornalista foi até a cidade de Capiatá, a cerca de 20km da capital Assunção, local onde o menino de oito anos mora com os pais e ajudou a fazer com que Romero falasse com o fã.

Segundo a matéria, o jornalista passou seu celular para o pai do menino, Isabelino Alvarenga, que rapidamente conversou com Romero e chamou o filho, que estava na rua jogando bola com os amigos. Inicialmente, o menino atendeu desconfiando, sem acreditar que realmente seria seu ídolo, mas após perceber que tudo era real, começou a chorar.

Na conversa, Romero convidou o menino a conhecer o estádio do Corinthians, algo que ele aceitou imediatamente. O tão esperado encontro deve ocorrer nos próximos dias. Além da arena, Milner também irá ao CT Joaquim Grava.

Em 2016, uma história parecida aconteceu envolvendo Lionel Messi. Murtaza Ahmadi, do Afeganistão, foi flagrado com uma camisa feita de sacola plástica em que simulava a camisa da Argentina e que tinha o nome e o número 10 do craque do Barcelona. A foto fez tanto sucesso que o astro argentino enviou ao garoto um uniforme oficial autografado.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.