Cesar Greco/ SE Palmeiras
Cesar Greco/ SE Palmeiras

Após vice-campeonato, Palmeiras vira chave para as prioridades do ano

Foco agora vai ser centrado para a Libertadores e o Brasileiro, que começa no próximo final de semana

Toni Assis, especial para o Estadão, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2021 | 05h00

Terceiro vice-campeonato na temporada, o Palmeiras agora vai aproveitar a semana para juntar os cacos da derrota deste domingo para o São Paulo, no Morumbi,  a fim de seguir firme nos seus compromissos visando a Libertadores e também o Brasileiro que se inicia já no próximo final de semana. Levantar o moral do grupo é uma das preocupações da comissão técnica.

“Tenho muito orgulho desse elenco. Foi um campeonato de todos para todos. Utilizamos todos os jogadores. Num dado momento, o campeonato estava perdido e depois retornamos. Jogamos contra o Bragantino fora e ganhamos bem, depois enfrentamos o Corinthians e também ganhamos bem. Contra o São Paulo, temos que aceitar. Tiveram mais eficácia e competência”, afirmou Abel Ferreira.

Para o meia Gustavo Scarpa, o time precisa tirar lições dos erros cometidos em campo para seguir firme nas próximas competições. “Acho que a gente não conseguiu impor nosso ritmo de jogo. Eles acharam um gol no primeiro tempo e foram mais eficientes. No Palmeiras sempre entramos para ser campeão. Chegar não é suficiente. O adversário tem o mérito, eles foram mais felizes”, afirmou o jogador.

 Na próxima quinta, o time recebe o Universitario, no Allianz Parque, já classificado e com o primeiro lugar da sua chave garantido. “O futebol é isso. Agora é voltar nosso foco para as outras competições”, completou o atleta.

Além da Libertadores, o Campeonato Brasileiro também passa a ser a prioridade no momento. A competição começa no próximo final de semana e o primeiro desafio é uma parada complicada: Flamengo, atual bicampeão do torneio, no Maracanã. Pelo planejamento do técnico Abel Ferreira, ele deve escalar uma equipe alternativa na quinta-feira e descansar alguns atletas para enfrentar os cariocas com uma equipe mais fortalecida.  E à custa de muito trabalho, a comissão técnica agora trabalha para fazer de 2021 uma temporada tão vencedora quanto a do ano passado. No entanto, os resultados até aqui em termos de finais, não têm sido satisfatórios. Antes da decisão deste domingo, o Palmeiras disputou dois troféus. E nas duas oportunidades, a equipe saiu sem a taça. O primeiro revés foi pela Supercopa do Brasil diante do Flamengo. O outro foi a derrota para o Defensa Y Justicia, da Argentina, pela Recopa Sul-Americana.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.