Após virada, Flamengo foca em vitória sobre o Grêmio

A festa foi grande, a repercussão enorme, mas a euforia rubro-negra pela vitória histórica e de virada por 5 a 4 sobre o Santos, na última quarta-feira, só se estende até onde o Flamengo a fizer por merecer, continuamente. Três dias depois do jogo mágico é hora de voltar ao trabalho contra o Grêmio, neste sábado, às 18h30, no Engenhão, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

30 de julho de 2011 | 06h37

A responsabilidade dos rubro-negros está nas alturas e um revés certamente azedaria o ambiente depois que o grupo foi alçado às alturas com o triunfo de virada sobre uma das equipes mais fortes do país.

Tanto melhor que Ronaldinho Gaúcho, astro maior do show de quarta e que reencontrará pela primeira vez o clube onde surgiu para o futebol, e Thiago Neves foram absolvidos nesta sexta em julgamento pelo cartão amarelo supostamente forçado contra o Palmeiras. "Não foi combinado. Só depois do jogo é que eu comentei com o Ronaldinho que tinha sido uma boa para o Flamengo (cumprir suspensão contra o Ceará). Procuro jogar todos os jogos", disse Thiago Neves.

Com isso, a equipe vai ser basicamente a mesma que surpreendeu o Santos na Vila Belmiro. A única alteração é o retorno de Airton à cabeça de área. O volante joga sob efeito suspensivo e entra na vaga de Luiz Antônio, que lesionou o ombro e não tem previsão de retorno.

Preocupação mesmo só com relação à zaga, apontada como ponto fraco do time desde o início do ano. Com Alex Silva ainda a pelo menos uma semana da estreia, o torcedor rubro-negro vai ter de suportar os sustos protagonizados por Welinton e Ronaldo Angelim.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.