Divulgação
Divulgação

Após visita da Fifa, Inter aponta Beira-Rio 87,5% pronto

Colocação de cadeiras segue em ritmo acelerado e cobertura está à espera da membrana

AE, Agência Estado

09 de outubro de 2013 | 11h52

PORTO ALEGRE - O Internacional divulgou nesta quarta-feira mais uma atualização do andamento das obras do Beira-Rio, estádio que na última segunda-feira foi inspecionado por uma comitiva da Fifa, do governo federal, e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo. De acordo com o clube gaúcho, as obras na sua casa chegaram a 87,5% de conclusão. O estádio precisa ser entregue à Fifa até o fim do ano.

Segundo comunicado emitido pelo Inter, o gramado está em fase de manutenção, a arquibancada inferior recebe as novas cadeiras e a cobertura aguarda o início da instalação da membrana. Cerca de 1.700 trabalhadores ocupam o canteiro de obras. O gramado, lembra o Inter, foi plantado em fevereiro e já pode receber partidas. Já a montagem da cobertura do novo Beira-Rio, iniciada em março, segue "em ritmo acelerado", segundo o clube.

O edifício-garagem, por sua vez, já está com 100% das vigas fabricadas e 94% instaladas. Já foram colocadas 98% das lajes do segundo pavimento e 66% do terceiro. O primeiro nível conta com 100% dos pilares instalados e o segundo com 97%. Atualmente, as equipes da Andrade Gutierrez, empreiteira responsável pela obra, trabalham no capeamento do piso e no lançamento do terceiro nível.

Como tem acontecido com todas as arenas reformadas para a Copa do Mundo, o ''novo'' estádio do Inter terá sua capacidade reduzida. Os 56 mil lugares disponíveis antes do início da reforma do Beira-Rio se transformarão em 51.300 para o Mundial, podendo aumentar um pouco após o evento, com a retirada de cadeiras atrás de um dos gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.