Após visitar sedes das Copas, Infantino anuncia viagem para a Ásia

Após viajar pela América do Sul e visitar as futuras sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, anunciou nesta segunda-feira seu próximo destino: a Ásia. Nesta semana ele visitará a Coreia do Sul e a Tailândia.

Estadão Conteúdo

25 de abril de 2016 | 18h30

O novo périplo do suíço vai começar por Seul na quarta-feira. Na capital sul-coreana, ele terá reuniões com a direção da Hyundai, um dos principais patrocinadores da Fifa. Infantino não deu detalhes sobre a programação, mas poderá se encontrar com Chung Mong-joon, um dos descendentes da família dona da Hyundai e seu ex-rival na disputa das eleições da Fifa.

Mong-joon acabou desistindo do pleito ainda no fim do ano passado e, depois, anunciou seu apoio à candidatura de Infantino, que saiu vitoriosa no fim de fevereiro. O suíço também vai se reunir com a cúpula da Associação de Futebol da Coreia do Sul, que será a anfitriã do Mundial Sub-20 do próximo ano.

Em seguida, Infantino visitará Bangcoc. Na quinta-feira ele vai participar dos festejos em comemoração aos 100 anos da Associação de Futebol da Tailândia.

Esta será a terceira viagem de Infantino desde que se tornou o novo presidente da Fifa. Na primeira, esteve na América do Sul e visitou a sede da Conmebol. Na semana passada, o dirigente esteve em Moscou e em Doha para reunião com os organizadores das futuras edições da Copa do Mundo, de 2018 e 2022, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.