Marcos Negrini/Efe
Marcos Negrini/Efe

Após vistoria, Valcke exalta transformação de Cuiabá

Secretário-geral da Fifa elogia impacto que obras da Copa de 2014 devem trazer para a capital do Mato Grosso

O Estado de S. Paulo

29 de agosto de 2012 | 17h33

CUIABÁ - No segundo dia de visita ao Brasil para acompanhar a preparação para a Copa de 2014, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, esteve nesta quarta-feira em Cuiabá. Após a vistoria na Arena Pantanal e nas obras de mobilidade urbana, ele disse ter ficado impressionado com a transformação da capital do Mato Grosso por causa da realização do Mundial.

"É incrível a quantidade de projetos que vão transformar a cidade e o estádio depois da Copa. No fundo, a Copa é isso: trata-se de organizar o evento e mudar o rosto de uma cidade. Cuiabá vai impressionar o mundo em 2014", disse Valcke. "É de tirar o chapéu para Cuiabá! Lindo cenário e ótimo projeto", acrescentou, depois, via Twitter.

"Cuiabá está indo além da Matriz de Responsabilidades, aproveitando o que o Mundial representa. Teremos uma Cuiabá pós-Copa totalmente diferente, não só pelo evento, mas pelo que soube investir em infraestrutura e na valorização da cultura local", elogiou o secretário-executivo do ministério do Esporte, Luís Fernandes, que fez parte da comitiva.

O projeto de Cuiabá para ser uma das 12 sedes brasileiras da Copa de 2014 engloba seis grandes obras: a Arena Pantanal, três de mobilidade urbana e duas no Aeroporto Marechal Rondon. Além disso, o governador Silval Barbosa explicou nesta quarta-feira que outras 48 ações de infraestrutura estão em andamento na região metropolitana da capital.

A Arena Pantanal, palco de quatro jogos da Copa, está com 47% das obras concluídas. Com projeto orçado em R$ 518,9 milhões e capacidade para 43 mil pessoas, a previsão é de entrega em julho de 2013. E a passagem pelo estádio foi o ponto alto da vistoria desta quarta-feira, até com apresentação de siriri e cururu, manifestações típicas da região pantaneira.

Assim como aconteceu no dia anterior em Manaus, o ex-jogador Ronaldo atraiu as atenções dos operários que trabalham na construção do estádio em Cuiabá. Membro do Conselho de Administração do Comitê Organizador Local (COL), ele tirou fotos e deu autógrafos. Depois, fez um convite aos mato-grossenses: "Sejam voluntários da Copa, participem deste momento especial".

Agora, depois das vistorias em Manaus e Cuiabá, a visita de Valcke ao Brasil acaba nesta quinta-feira - na viagem anterior ao País, realizada em junho, ele já tinha passado por Natal, Recife e Brasília. No último dia de trabalho, o secretário-geral da Fifa participa de uma reunião do Conselho de Administração do COL, que acontecerá no Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa de 2014ValckeCuiabá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.