Após vitória, Atlético-GO efetiva auxiliar como técnico

Gilberto Pereira ganhou o posto depois do triunfo sobre o Avaí na Série B do Brasileiro

AE, Agência Estado

30 de outubro de 2013 | 15h09

GOIÂNIA - A vitória sobre o Avaí, no único jogo que trabalhou como interino, fez Gilberto Pereira ser efetivado como técnico do Atlético Goianiense na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro. Será do auxiliar técnico da comissão permanente do clube a missão de impedir que o time de Goiânia seja rebaixado para a terceira divisão. "O Gilberto fez o simples, tem aceitação no grupo, é alegre e está envolvido com nossa causa. Faltam apenas seis rodadas, até alguém chegar aqui e conhecer o grupo pode ser tarde demais. Precisamos de alguém como ele, que aceita um grande desafio", declarou o diretor de futebol Adson Batista.

Na análise da diretoria, na partida contra o Avaí, terça à noite, o Atlético jogou para frente e buscou a vitória o tempo todo, merecendo o resultado de 2 a 1. "Por já fazer parte da comissão técnica fixa do Atlético, conhece os jogadores do elenco e tem o aval da diretoria para comandar a equipe até o final da Série B", diz texto publicado no site do clube. Gilberto substitui o técnico Paulo César Gusmão, demitido após o empate sem gols com a Chapecoense, sexta. O novato será o quinto treinador do Atlético na temporada. Antes, comandaram o clube: Jairo Araújo, Waldemar Lemos e Renê Simões.

O Atlético Goianiense é o 17.º colocado da Série B, após 32 rodadas. A equipe briga contra o rebaixamento e tem como principais rivais o Paysandu e o ABC, todos times com 35 pontos. Os paraenses também estão na zona de degola. Os potiguares estão em 16.º, por enquanto fora.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-GOSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.