Após vitória, Cícero diz que Fluminense ainda pode melhorar

Autor de dois gols em triunfo sobre o América-RN, meia acredita que a equipe carioca tem muito para evoluir até o fim da temporada

Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2014 | 11h17

Embalado por quatro vitórias consecutivas, sendo três pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense passa por um ótimo momento, tanto que ocupa a vice-liderança da competição e também está com a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil encaminhada após derrotar o América de Natal por 3 a 0 na Arena das Dunas, na última quarta-feira. O meia Cícero, porém, avalia que o time ainda precisa evoluir para conquistar títulos no segundo semestre.

"Estamos no início do trabalho ainda. Precisamos manter os pés no chão. Tem sido um começo ótimo, depois dessa parada que teve para a Copa. Mas não ganhamos nada ainda. Vim de uma fase muito boa, a melhor da minha vida, no último clube antes de vir para cá (Santos). Estou focado em manter isso. Quero continuar com esse rendimento e, se possível, dar títulos ao Fluminense", disse.

Na última quarta-feira, Cícero foi o principal destaque do jogo com o América-RN ao marcar dois gols. O meia preferiu dividir os méritos com os seus companheiros do Fluminense. "Quando cheguei aqui, vi um futebol coletivo, com gols bem distribuídos. Sei que minha função inicial não é fazer gols, mas procuro me posicionar da melhor maneira possível. Temos uma equipe qualificada, a bola chega redonda", avaliou.

Diante do América-RN, o técnico Cristóvão Borges optou por não escalar a força máxima, mas mesmo assim o Fluminense teve sucesso. Por isso, Cícero fez questão de destacar a força do elenco. "No momento em que se tem peças dentro de campo que dão alternativas para o treinador, ele pode mexer na forma de jogar sem ter que substituir. Nossa equipe tem facilidade para poder usar os jogadores", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.