Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Após vitória, Muricy volta a reclamar da CBF por Neymar

Treinador fala a respeito do esforço do Santos para manter o jogador e da falta que ele faz ao elenco

SANCHES FILHO, Agência Estado

13 de setembro de 2012 | 08h17

SANTOS - Após a vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo, obtida na noite da última quarta-feira, na Vila Belmiro, Muricy Ramalho reclamou de perder seguidamente Neymar para a seleção brasileira e indiretamente responsabilizou a CBF pela situação difícil em que o Santos se encontra no Campeonato Brasileiro, sem possibilidade de brigar pelo título e com remotas chances de se classificar para a Copa Libertadores de 2013.

"Quando Neymar não está aqui, a gente sofre", admitiu o treinador. Muricy disse que, para manter o craque no futebol brasileiro, o Santos fez um esforço enorme, ficou sem recursos para investir em reforços de peso e por isso o time não vai bem na competição nacional. "O trabalho fica difícil porque toda hora é preciso mexer na escalação e o time não tem entrosamento".

Sobre a vitória contra o Flamengo, interrompendo a série de quatro resultados negativos, Muricy disse que o Santos ganhou porque teve um pouco mais de qualidade.

"Voltamos a não tomar gol e Neymar a desequilibrar. Quando o time não toma gol, ele sempre pode fazer algo diferente e por isso ganhamos".

Em nenhum momento da entrevista coletiva realizada após o duelo com os flamenguistas o treinador demonstrou confiança na classificação para a Libertadores do ano que vem. Ele disse que falta muito e o Santos está passando por um período de transição. "Vamos começar tudo de novo no ano que vem", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.