Paulo Fernandes/Vasco
Paulo Fernandes/Vasco

Após vitória, Jorginho exalta postura vascaína: 'Temos sonhos grandes'

Técnico estreia com vitória sobre o Flamengo na Copa do Brasil

Estadão Conteúdo

20 de agosto de 2015 | 10h17

O Vasco deu uma resposta à torcida na noite da última quarta-feira. Em meio à situação desesperadora do Campeonato Brasileiro, o time venceu o clássico carioca diante do Flamengo por 1 a 0, no Maracanã, e largou em vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil. O mais animador, no entanto, foi a postura demonstrada logo na estreia do técnico Jorginho, que deu esperança também para a sequência do Brasileirão.

"O que eu fico mais feliz não é apenas vencer, e sim com a postura da minha equipe. Tenho uma forma de pensar, de trabalhar e de agir com planejamento, e com sonhos grandes. Este elenco não merece estar onde está, e se conseguimos ser o campeão do segundo turno, nós conseguimos sair da zona de rebaixamento. Se acreditarmos mais no nosso potencial, fazer o ambiente o melhor possível, iremos reagir", disse o treinador.

O treinador, no entanto, ponderou sobre sua importância na vitória de quarta. "Acho que é muito cedo para falar que o Vasco está com a minha cara, com a minha forma de jogar. Nós treinamos dois dias, tentamos dar um padrão tático e o time assimilou muito bem, marcando um pouco mais à frente e liberando os laterais para jogar. Conversamos muito e explicamos que é inadmissível estar na situação que se encontra no Brasileiro. Uma vitória nos anima."

Quem recebeu os elogios de Jorginho foi o atacante Jorge Henrique, autor do belo gol da vitória. "Jorge Henrique é alguém que eu admiro há muito tempo. Tive a alegria de jogar contra ele e também ganhar dele mesmo com toda dedicação deste jogador. Ele é um dos jogadores que tem este espírito constante, de pegada e disciplina tática sendo muito importante para a equipe. Ele foi muito feliz, e acabou decidindo o jogo de hoje para a gente."

O próprio atacante celebrou a atuação decisiva. "Procurei fazer o melhor para minha equipe e acabei sendo feliz. Quem trabalha certinho, calado, colhe frutos. Sabemos da qualidade do adversário. Respeitamos o Flamengo, mas dentro de campo são 11 contra 11. Fizemos uma boa partida, e conseguimos uma grande vitória."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilVascoJorginho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.