Pedro Souza / Atlético
Pedro Souza / Atlético

Atlético-MG reencontra América-MG pelo Brasileirão após vitória na Libertadores

Duelo mineiro no estádio Independência abre a quinta rodada do nacional neste sábado, às 16h30

Redação, Estadão Conteúdo

07 de maio de 2022 | 08h08

Apenas quatro dias depois vencer o América por 2 a 1 pela Copa Libertadores, o Atlético-MG volta a encontrar o rival mineiro neste sábado, às 16h30, na Arena Independência. Desta vez o duelo é válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

O Atlético está invicto na competição nacional, mas vem de dois empates seguidos com Coritiba e Goiás, ambos por 2 a 2. É o terceiro colocado, com oito pontos, um a menos do que o líder Corinthians. Enquanto isso, o América está em décimo lugar, com seis pontos, e vem de vitória sobre o Athletico por 1 a 0.

O Atlético defenderá uma invencibilidade que perdura por mais de seis anos diante do rival América. Foram disputados 21 clássicos, com 15 vitórias e seis empates. A última vitória americana ocorreu em 1.º de maio de 2016, por 2 a 1, no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro daquele ano.

Para o confronto, o time comandado pelo técnico Antonio Mohamed tem cinco desfalques certos: o zagueiro Nathan Silva e lateral esquerdo Guilherme Arana (suspensos), além dos laterais Dodô e Mariano e o atacante Vargas (lesionados).

Titular neste clássico, o volante Jair acredita em mais uma partida complicada para o Atlético. "Um jogo sempre difícil. O América é uma equipe organizada, nos dificulta muito por nos conhecer bem. Mas é importante vencer e almejar a liderança do Brasileiro. Tem que ter regularidade e, por isso, esperamos sair com o resultado positivo", afirmou Jair.

Contratado para o Campeonato Brasileiro, o atacante Aloísio, ex-São Paulo, está à disposição do técnico Vagner Mancini para o duelo e pode fazer sua estreia pelo América. O departamento jurídico do clube conseguiu finalizar a liberação dos documentos necessários junto à Polícia Federal e o visto de trabalho para o atacante foi concedido. O "Boi Bandido", como é chamado, está pronto.

Se por um lado o elenco ganha uma opção ofensiva para o clássico, por outro Vagner Mancini tem que lidar com uma ausência. Com estiramento na coxa esquerda, o atacante Paulinho Boia está vetado e deixa de ser opção no ataque que vai ter Pedrinho e Felipe Azevedo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.