Após vitória, santistas apontam estilo 'quietinho'

Após a vitória por 2 a 0 sobre o Guaratinguetá na estreia no Paulistão, os jogadores do Santos lembraram a discrição do time durante a pré-temporada e prometeram evitar a "badalação". "Estamos trabalhando quietinhos no nosso canto. É o clube menos falado e vamos seguir assim. No final da competição, queremos provar que podemos colocar o Santos onde ele merece: buscando o título", afirmou o volante Roberto Brum.Foi o primeiro jogo em casa após a pífia campanha do time no Brasileirão de 2008, quando escapou do rebaixamento por dois pontos. "O trabalho do Santos não é estar na mídia. É fazer tudo para chegar na frente", disse, enfaticamente, o goleiro Fábio Costa.Depois da estreia com dois gols e falando sobre a sondagem (ou proposta) do futebol árabe, Kléber Pereira insinuou que deseja receber um aumento para continuar na Vila Belmiro."São coisas pequenas, que o meu empresário já passou para o Santos. São situações que um jogador de 34 anos não pode deixar escapar", analisou, referindo-se à possibilidade de voltar ao exterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.