Paul Ellis/AFP
Paul Ellis/AFP

Após vitória suada contra o Marrocos, zagueiro do Irã sonha em bater a Espanha

Iranianos encaram uma das seleções favoritas a levar o título nesta quarta-feira, às 15 horas (de Brasília)

Estadão Conteúdo

17 Junho 2018 | 18h46

Depois da vitória sobre o Marrocos por 1 a 0, na estreia da Copa do Mundo da Rússia, em jogo que foi dominado pelo adversário africano, o Irã acredita que pode vencer a Espanha em sua segunda partida pelo Grupo B, nesta quarta-feira, às 15 horas (de Brasília), em Kazan.

+ Irã faz festa de 'campeão' e técnico exalta fim da invencibilidade do Marrocos

+ Com dores na coluna, goleiro Pepe Reina desfalca treino da Espanha

Um dos destaques da equipe no triunfo no duelo inaugural, responsável por afastar o perigo durante a pressão imposta pelo Marrocos nos minutos iniciais, o zagueiro Roozbeh Cheshmi é o retrato do otimismo iraniano.

"Mantivemos nossa concentração (ao sofrer as investidas do ataque marroquino). E tenho certeza que é possível obter um bom resultado contra a Espanha", disse o jogador do Esteghlal, de seu país.

Apesar da confiança do defensor, o Irã mostrou muitas deficiências na primeira partida do Mundial. No segundo tempo, não chutou nenhuma bola ao gol do rival. O tento da vitória, inclusive, foi feito pelo atacante marroquino Bouhaddouz, que cabeceou contra a própria meta.

 

Após encarar a Espanha, o Irã fechará a fase inicial contra Portugal, do atacante Cristiano Ronaldo, no dia 25, em Saransk.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.