Alex Silva/Acervo Estadão - 18/09/2013
Alex Silva/Acervo Estadão - 18/09/2013

'Aposentado', Paulo Cesar Oliveira vira comentarista

Ex-árbitro se retirou da profissão na última quarta-feira

Agência Estado

25 Maio 2014 | 20h00

SÃO PAULO - Um dos mais destacados árbitros brasileiros do momento, Paulo Cesar de Oliveira viveu uma semana cheia. Na última quarta-feira, anunciou a sua aposentadoria da carreira na arbitragem. E, neste domingo, iniciou uma nova com a estreia como comentarista na Rede Globo, no jogo entre Sport e Corinthians, no Recife, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Com 40 anos, Paulo Cesar de Oliveira nunca teve a chance de apitar uma partida de Copa do Mundo, mesmo sendo do quadro de árbitros da Fifa há um bom tempo. Para o Mundial no Brasil, o escolhido foi Sandro Meia Ricci e Paulo Cesar ainda teria uma oportunidade daqui quatro anos, na Rússia, já que a idade limite para a profissão é de 45 anos.

No entanto, ele resolveu antecipar a aposentadoria. "Foi uma trajetória vencedora, onde consegui galgar tudo aquilo que sonhava na minha carreira. Comecei em 1996 e cheguei ao quadro da primeira divisão, de forma definitiva, em 1997. Já em 1999 ingressei no quadro internacional. Passei todo esse tempo representando a arbitragem paulista como árbitro Fifa", declarou o ex-árbitro ao site da Federação Paulista de Futebol (FPF), na última quarta.

Paulo Cesar Oliveira apitou inúmeras decisões de Campeonato Paulista, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, mas um amistoso para ele é o mais especial da carreira. "O jogo que mais me marcou foi o amistoso entre Brasil e Haiti, em um jogo da paz, onde tive o orgulho de apitar aquele jogo", disse, em referência ao duelo de agosto de 2004, realizado em Porto Príncipe, capital haitiana, e vencido por 6 a 0 pela seleção brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.