Rodrigo Gazzanel|Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel|Ag. Corinthians

Apresentado, Camacho não teme pressão no Corinthians

Formado na base do Flamengo, volante diz que sabe lidar com 'pressão'

Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

23 de maio de 2016 | 15h56

"É momento de falar pouco e trabalhar muito". Essas foram umas das primeiras palavras do volante Camacho ao ser apresentado como novo reforço do Corinthians, nesta segunda-feira. Ex-jogador do Audax, Camacho assinou contrato até junho de 2019 apenas um dia após a derrota do Corinthians para o Vitória por 3 a 2 pelo Campeonato Brasileiro.

O problema do time não é nem a derrota em Salvador, mas o fato de o Corinthians não vencer um jogo há mais de um mês, acumulando duas eliminações: na Copa Libertadores e no Campeonato Paulista. "Fui criado em clube de massa e estou acostumado com pressão", afirmou o jogador, formado nas categorias de base do Flamengo.

Camacho disse que prefere jogar na função de segundo volante, mesma posição de Elias, que está com a seleção brasileira nos Estados Unidos para a disputa da Copa América Centenário. "Mas se precisar jogar em outras posições, estou à disposição", disse.

O jogador de 26 anos agradeceu ao ex-treinador Fernando Diniz. Segundo Camacho, com o técnico, ele evoluiu taticamente, passou a marcar e se movimentar mais dentro de campo. "70% da minha campanha no Audax devo a ele (Diniz). Ele me resgatou no momento difícil e me tornei um outro jogador", comentou o reforço corintiano.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.