Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Kieza promete lutar para substituir Luis Fabiano no São Paulo

Apresentado pelo clube, novo atacante busca conquistar espaço

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

22 Janeiro 2016 | 12h21

O São Paulo apresentou nesta sexta-feira o novo "dono" da camisa 9, utilizada até ano passado por Luis Fabiano. Agora quem vai utilizar o número é Kieza, atacante que reconheceu a dificuldade de substituir o terceiro maior artilheiro da história do clube e admitiu que neste primeiro momento no novo time, ainda terá de brigar para conquistar o espaço como titular do técnico Edgardo Bauza.

O jogador pertencia ao Shangai Shenxin, da China, e estava emprestado ao Bahia, onde marcou 29 gols no ano passado. Kieza foi contratado por R$ 4 milhões e assinou vínculo por três temporadas. O diretor executivo de futebol do São Paulo, Gustavo Oliveira, explicou que as saídas de Alexandre Pato e Luis Fabiano motivaram a busca por alguém para atuar no setor ofensivo.

"Temos o desafio de recompor o elenco nas características e nas posições que perdemos atletas no ano passado. Saíram dois jogadores fazedores de gol. Nesse sentido, Kieza chega em um bom momento, com um espaço para ser conquistado", disse o dirigente.

Kieza treina com o elenco desde a última semana e afirmou estar preparado para comparações aos dois antigos atacantes do São Paulo. Juntos, Pato e Luis Fabiano fizeram 40 gols em 2015. "A gente sabe da dificuldade, que serei muito cobrado. Vou buscar meu espaço da minha forma, da minha maneira", comentou. O reforço disse que não vai estipular meta de gols, tendo o objetivo primordial de ajudar o time.

O atacante de 29 anos teve passagens por Fluminense, Cruzeiro e Náutico. Ficou no Bahia durante um ano e meio e terminou a última temporada como vice-artilheiro da Série B, com 14 gols. "Sei que tenho uma responsabilidade muito grande. Sei que essa camisa o Luis Fabiano honrou com muitos gols, esperamos conquistar nosso espaço da nossa maneira, com o tempo", afirmou o atleta, que disse gostar de atuar tanto centralizado como no papel de segundo atacante.

Kieza comemorou poder reencontrar no São Paulo o atacante Rogério, antigo colega de Náutico. Os dois ainda devem ganhar a concorrência na posição de Jonathan Calleri, argentino ex-Boca Juniors que deve chegar ao clube em breve por empréstimo de seis meses. Bauza até agora tem apostado em Alan Kardec e Centurión como titulares do time.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.